Notícias

Morre segundo vereador de Barra do jacaré vítima de tentativa de assalto a carros-fortes


Moto Sinal Corrida Grátis

Miguel Calixto (PSD), teve morte cerebral confirmada pelos médicos

Foto: Reprodução
Miguel Calixto era vereador em Barra do Jacaré, no norte do Paraná

Faleceu na quinta-feira (8), a quarta vítima da tentativa de assalto a carros-fortes na BR-376, em Palmeira, nos Campos Gerais do Paraná.

Miguel Calixto (PSD), vereador de Barra do Jacaré (56 Km de Cornélio Procópio), no norte do estado, teve morte cerebral confirmada pelos médicos durante a noite, segundo o Hospital Bom Jesus, em Ponta Grossa, onde ele estava internado.

Calixto tinha 53 anos e, além de vereador, era agricultor, conforme seu registro no Tribunal Superior Eleitoral (TSE).

Além dele, Elton de Alexandre de Aguiar Matta (PV), outro vereador na cidade, também morreu no confronto entre ladrões e vigias. Edival do Nascimento (PR), mais um legislador de Barra do Jacaré que estava no carro, não se feriu.

Os parlamentares seguiam para Curitiba, onde fariam visitas a órgãos públicos estaduais, quando viram várias pessoas uniformizadas paradas na rodovia e um caminhão atravessado. A Prefeitura de Barra do Jacaré decretou luto oficial de sete dias.

O crime ocorreu na terça-feira (6). A ação começou por volta das 8h50, na pista sentido interior da BR-376, quando os assaltantes atravessaram um caminhão bitrem na rodovia.

Durante a tentativa de roubo, houve uma intensa troca de tiros entre os integrantes da quadrilha e os vigilantes do comboio. Um dos criminosos foi preso com uma pistola calibre 9 milímetros, conforme a PRF.

A rodovia chegou a ficar totalmente bloqueada nos dois sentidos, formando um congestionamento de 20 quilômetros no sentido interior, segundo a concessionária.

Além dos dois vereadores, também morreram o caminhoneiro Vilson Pereira, de 41 anos, e um suspeito não identificado pela polícia.

Dois suspeitos foram presos até a última atualização desta reportagem, segundo a PRF. A polícia diz acreditar que a ação criminosa contou com a participação de aproximadamente 10 pessoas.


Fonte: *Redação Cornélio Notícias, com informações do G1/PR




Comente utilizando seu facebook