Notícias

Justiça manda reter cachê de Maraisa, dupla de Maiara, para pagar dívida com ex-cunhado


faccrei

A cantora Maraisa recorreu da decisão e diz que o exequente, que é seu ex-cunhado, está agindo de má-fé

Foto: Divulgação
O dinheiro foi usado para compra de uma fazenda em Morrinhos, Goiás

O Tribunal de Justiça do Distrito Federal, por meio da 1ª Vara de Execução de Títulos Extrajudiciais e Conflitos, determinou que o cachê da cantora Maraisa e consequentemente de sua dupla sertaneja Maiara, fosse retido para pagar uma dívida de R$ 1.782.005,55 (um milhão setecentos e oitenta e dois mil, cinco reais e cinquenta e cinco centavos) a Elias Fernandes da Silva. A cantora Maraisa recorreu da decisão e diz que o exequente, que é seu ex-cunhado, está agindo de má-fé.

"A Maraisa teve um relacionamento com o senhor Raimundo (irmão do senhor Elias), um relacionamento abusivo e tóxico, o qual a mesma sofre as consequências até os dias atuais. Durante o relacionamento, e devido a pouca idade, e pouca instrução da mesma à época, foi induzida por seu então namorado, Raimundo, a assinar várias promissórias em branco, sob o argumento de que ambos iriam adquirir uma propriedade rural. Das sete promissórias assinadas, apenas seis foram devolvidas depois da intervenção dos advogados da mesma. Contudo, uma das promissórias não foi devolvida, e foi preenchida à mão, pelo senhor Raimundo, tendo como credor a empresa Gaia Agribusiness, da qual o senhor Raimundo é sócio", diz o trecho da nota assinada pelo advogado Mauricio Vieira de Carvalho Filho, divulgada pela assessoria de Maraisa.

A defesa de Elias Fernandes alega que a empresa Gaia Agrobusiness emprestou R$ 1 milhão para Maraísa pagar uma dívida da compra de uma fazenda em Morrinhos, Goiás. A cantora não teria quitado a dívida e teria devolvido o imóvel ao proprietário. Motivando Elias a entrar com a ação.

A cantora Maraisa se pronunciou:

— Parece moda falar em relacionamento abusivo, mas ele realmente existe. Senti isso na pele! Você se deixar manipular a ponto de assinar promissória em branco é muito mais que ingenuidade. A única coisa que desejo é a resolução disso o mais breve possível. Já me sinto muito forte por não ter cedido às ameaças de levar o assunto para imprensa, pronto está aí! Sobre este assunto é a primeira e única vez que vou me pronunciar, uma hora isso tem de deixar de fazer parte da minha vida.

CN INSTITUCIONAL


Fonte: *Redação Cornélio Notícias, com informações do Portal EXTRA DIGITAL
Novidades Faccrei