Notícias

Prefeito Amin Hannouche e vice-prefeita Angélica Olchaneski se despedem dos médicos cubanos que deixam Cornélio Procópio


Brasil Net

Idalmils Boada Arteaga, Yailin Aguilera Muguertia e Leonardo Castillo Leyva viajam nos próximos dias de volta a Cuba

Foto: Comunicação/Prefeitura
O prefeito agradeceu o empenho e a dedicação dos médicos cubanos que durante os últimos cinco anos

Os médicos cubanos Idalmils Boada Arteaga, Yailin Aguilera Muguertia e Leonardo Castillo Leyva que trabalhavam em Unidades Básicas de Saúde no programa Mais Médico, do governo federal, participaram esta semana de uma reunião de despedida no gabinete do prefeito Amin Hannouche.

Ao lado da vice-prefeita e Secretária Municipal de Saúde, Angélica Olchaneski e funcionários da Secretaria de Saúde, o prefeito agradeceu o empenho e a dedicação dos médicos cubanos que durante os últimos cinco anos, prestaram serviços à comunidade procopense.

Ele lamentou o rompimento inesperado do contato firmado entre a Associação Pan-americana de Saúde, que representa o governo cubano nas negociações e o Ministério da Saúde do Brasil e desejou um ótimo retorno a Cuba.

O prefeito destacou que nunca recebeu qualquer reclamação do atendimento prestado pelos médicos Idalmils Boada Arteaga, Yailin Aguilera Muguertia e Leonardo Castillo Leyva e dos outros que os antecederam.

“A população de Cornélio Procópio agradece o trabalho que vocês realizaram em nossa cidade, que estará de braços abertos para recebê-los novamente”, disse Amin Hannouche.

Para a vice-prefeita Angélica Olchaneski de Mello, Secretária de Saúde do município, o trabalho preventivo e clínico realizado pelos médicos cubanos nos Postos de Saúde em Cornélio Procópio correspondeu plenamente às necessidades e as expectativas dos pacientes e do município neste atendimento.

“Nós não temos o que reclamar da presença em nossa cidade destes profissionais da medicina que vieram de Cuba para nos auxiliar neste difícil trabalho de cuidar da saúde da população. Durante a permanência dos médicos cubanos neste programa oficial, a cidade sempre esteve bem assistida. Não há relatos ou qualquer reclamação do atendimento que eles prestaram”, afirmou a Secretária e vice-prefeita Angélica Olchaneski de Mello.

Ela confirmou que o governo federal já enviou uma médica para substituir os profissionais de saúde que estão voltando para Cuba. De acordo com Angélica Olchaneski, pelo convênio firmado com o Ministério da Saúde, Cornélio Procópio deverá ter mais dois médicos inseridos neste programa.

 

 

 


Fonte: *Redação Cornélio Notícias, com texto do Departamento de Comunicação da Prefeitura


Faccrei - vestibular 2019


Comente utilizando seu facebook