Notícias

Polícia prende dono da fábrica de refrigerantes Dolly por fraude fiscal de R$ 4 bi


Moto Sinal Corrida Grátis

Codonho foi condenado em fevereiro a 6 anos e 7 meses de prisão e ao pagamento de multa por sonegação de benefícios previdenciários

Foto: Dolly/Divulgação
Um dos desvios consistia na demissão de funcionários para posterior recontratação por outra companhia para fraudar o Instituto Nacional do Seguro Social

A Polícia Militar prendeu na manhã de quinta-feira (10), o empresário Laerte Codonho, dono da empresa de refrigerantes Dolly. Segundo informações da GloboNews, Codonho estava em sua casa, localizada na Granja Viana, em Cotia, Grande São Paulo. Ele deve foi levado para o 77º DP.

Em fevereiro, reportagem de VEJA revelou que Codonho havia sido condenado a 6 anos e 7 meses de prisão e ao pagamento de multa por sonegação de benefícios previdenciários. A sentença contra o empresário e outros quatro funcionários da empresa foi dada pela 3ª Vara Federal de São Bernardo do Campo (SP).

De acordo com a GloboNews, investigações apontam para uma fraude fiscal de 4 bilhões de reais, organização criminosa e lavagem de dinheiro. Um dos desvios consistiu na demissão de funcionários para posterior recontratação por outra companhia para fraudar o Instituto Nacional do Seguro Social.

 

 


Fonte: *Redação Cornélio Notícias, com informações da Revista Veja




Comente utilizando seu facebook