Notícias

Polícia Civil de Cornélio Procópio alerta sobre indivíduo que estaria praticando atos obscenos na cidade


As vítimas seriam mulheres

Foto: Ilustrativa
O meliante chegou a se masturbar na frente da casa de uma senhora

Em entrevista cedida na tarde de quarta-feira, delegado-adjunto Luciano Purcino da 11ª Subdivisão da Polícia civil de Cornélio Procópio, informou que por duas vezes uma mulher registrou na delegacia uma situação onde ela foi abordada por um cidadão de moto, que tentou tocar os seus seios, mas na segunda vez ela conseguiu anotar a placa do veículo.

O indivíduo o seria o mesmo que teria ido até a casa de uma senhora em um dos bairros da cidade recentemente, onde parou na frente da residência, chamou a morada, que ao sair para ver o que acontecia, se deparou com ele com o órgão genital para fora da calça se masturbando.

Quando ela ameaçou de acionar a polícia, o meliante se evadiu.

Tal pessoa foi reconhecida e contra ele já havia uma passagem anterior, onde ele foi preso e respondeu por ato semelhante, o qual ele confessou em depoimento, disse o delegado.

Ele chegou a ser detido e alegou ser usuário de drogas, dizendo que só mexeu com as mulheres, não chegando a tocá-las e como não foi preso em flagrante, foi liberado, seguindo investigações para um possível inquérito por ato obsceno.

O delegado Luciano Purcino pediu às mulheres que tenham sido vítimas de assédio ou que foram molestadas por esse meliante, que procurem a Polícia Civil para registrar queixa, que somadas, podem leva-lo a prisão.

Disse ainda que as vítimas serão encaminhadas para a delegacia da mulher e serão ouvidas por investigadoras, que as deixarão mais a vontade para relatar o que aconteceu, sem maiores constrangimentos.

O delegado finalizou salientou que não há motivo para pânico, o acusado não praticou o crime de estrupo, ele foi qualificado por ato obsceno e deverá responder por isso.


Fonte: *Redação Cornélio Notícias, com informações do Portal Anuncifácil




Comente utilizando seu facebook