Notícias

Atriz de Londrina é destaque na novela 'Um Lugar ao Sol', da Globo


Brasil Net

Premiada por suas atuações no teatro e no cinema, Patrícia Selonk interpreta a personagem Gorete na trama de Lícia Manzo

Foto: Reprodução/Instagram
Patrícia Selonk, premiada atriz londrinense

Elogiada pela crítica especializada pelo bom texto e ótimas atuações, a novela "Um Lugar ao Sol", exibida pela Rede Globo, conta com uma atriz londrinense em seu elenco. Premiada por suas atuações no teatro e no cinema, Patrícia Selonk interpreta Gorete - personagem que na trama é secretária na casa de Bárbara, vivida pela atriz Alinne Moraes. Radicada no Rio de Janeiro, a artista é uma das integrantes da Armazém Companhia de Teatro.

Nascida em Londrina, em 1971, Patrícia Selonk iniciou a carreira de atriz em 1987, quando participou da formação da Armazém Companhia de Teatro. No teatro, entre seus personagens mais marcantes, estão o bufão Falstaff de "A Ratoeira é o Gato" (1993), Caliban de "A Tempestade" (1994), quando atuou ao lado do ator Paulo Autran, Estragon de "Esperando Godot" (1998), o Chapeleiro Maluco de "Alice Através do Espelho" (1999), Geni de "Toda Nudez Será Castigada" (2005), Katrin, a filha muda de "Mãe Coragem e Seus Filhos" (2007), a garçonete Cecília de "Inveja dos Anjos" (2008), Laura de "A Marca da Água" (2012) e a personagem título de "Hamlet" (2017). Na montagem de "Angels in America" (2019), Patrícia interpreta sete personagens.

Foi indicada ao Prêmio Molière de Melhor Atriz (1994), por sua atuação em “A Ratoeira é o Gato". Recebeu ainda indicações ao Prêmio Mambembe (1997); por “Sob o Sol em Meu Leito após a Água”; ao Prêmio Cultura Inglesa (1999), por “Alice através do Espelho"; ao Prêmio Qualidade Brasil (2004), por “A Caminho de Casa”;  ao Prêmio Shell (2005), por “Toda Nudez será Castigada”;  ao Prêmio APTR (2007), por “Mãe Coragem e seus Filhos”; ao Prêmio APTR (2008), por “Inveja dos Anjos”; e ao Prêmio Shell (2012), por “A Marca da Água”. 

No cinema, protagonizou em 2002 o curta “Um Sol Alaranjado”, de Eduardo Valente, pelo qual recebeu prêmio de Melhor Atriz nos festivais de cinema de Gramado e de Fortaleza. Participou dos longametragens “Verônica” (2008), com direção de Maurício Farias e Ponto Zero (2015), com direção de José Pedro Goulart, pelo qual foi indicada ao Prêmio de Melhor Atriz no Festival de Cinema de Gramado (2015). Participou também do longa-documentário “Paulo Autran - O Senhor dos Palcos” (2017), com direção de Marco Abujamra. 

Formada em Licenciatura em Dança pela Faculdade de Dança Angel Vianna e professora do Armazém Cia de Teatro,  a atriz idealizou juntamente com Simone Mazzer o projeto 'Quarencena - Live com Cena'. Em 2020, durante ao período de isolamento social, as duas artistas realizaram leituras de diferentes textos teatrais com transmissão on-line pela internet. 

CN INSTITUCIONAL


Fonte: Redação CN Notícias, com informações da Folha de Londrina