Notícias

Filha de procopense que teria infectado funcionários de Hospital de Londrina fala sobre o caso


Brasil Net

Ana Lúcia Pedrosa, disse que a princípio o pai não foi diagnosticado com a Covid-19

Foto: CN
O idoso passou pela terceira transferência e agora está no H.U de Londrina

Na no início da tarde quarta-feira (27), participando da Live no Facebook da Rádio Graúna com o radialista Alysson Cordeiro, o jornalista Bruno Magalhães do Portal Cornélio Notícias, conversou com a procopense Ana Lúcia Pedrosa, filha do senhor de 84 anos de idade, que teria infectado funcionários do Hospital Evangélico de Londrina com o Covid-19, após ser transferido do Hospital Regional do Norte do Paraná, onde estava internado por outros problemas de saúde.

Segundo Ana Lúcia, a princípio seu pai, que tem histórico de Alzheimer e outros problemas de saúde, que o obrigam a ficar acamado, passou mal no dia 14 de maio, com desconforto na região abdominal e parou de se alimentar.

"Ele ficou dois dias sob observação e após orientação médica, ele foi internado no Hospital João Lima, onde já era paciente, sendo diagnosticado com diverticulite e trombose, que atingiu vários órgão, inclusive se espalhando pelos pulmões," informou Ana Lúcia.

Ela disse que o pai precisou ficar internado na UTI do hospital e que fez o exame para saber se estava com o Covid-19, mas este não foi apresentado e que foi surpreendida com a informação. Após piora no quadro de saúde, o idoso foi transferido para o Hospital Regional do Norte Pioneiro, localizado na cidade de Santo Antônio da Platina (91 Km de Cornélio Procópio), referência no tratamento de doenças respiratórias.

Lucia afirmou que no H.R. seu pai passou por um novo exame, que deu negativo para o Covid-19 e no dia 21, mais uma vez foi surpreendida com a informação que o idoso foi novamente transferido, desta vez para o Hospital Evangélico de Londrina, pois seu quadro inspirava cuidados.

Disse ainda que ficou sabendo que na última segunda-feira (25), um novo exame feito em seu pai dava como positivo o Covid-19, mas, não sabe o que aconteceu e nem em qual momento ele contraiu o vírus.

A filha acrescentou dizendo que, desde que seu pai foi internado em Santo Antônio da Platina a família não teve mais contato com ele, seguindo as recomendações medidas e que ficou sabendo pela televisão sobre o fechamento do pronto-socorro do Hospital Evangélico.

Disse ainda que a família está angustiada, em uma mistura de sentimentos pela falta de informações, visto que seu pai foi novamente transferido e agora está internado no Hospital Universitário de Londrina e teme pelo pior, uma vez que ele possuiu saúde frágil

Finalizou informando que cinco familiares tiveram contato com o pai e que todos foram isolados e estão sendo monitorados pela Saúde, mas que ainda não passaram por exames e devido a isto irão fazer pelo particular em razão da mãe de 72 anos de idade, que corre perigo de contaminação, além dos filhos, que são pequenos.

Durante a manhã a secretaria de Saúde de Cornélio Procópio já havia divulgado uma nota esclarecendo sobre uma matéria vinculada aos sites da cidade Santo Antônio da Platina e pelo departamento jornalístico da RPC, filiada da Rede Globo no Estado, que divulgou sobre o caso, afirmando que devido a piora, o paciente foi encaminhado do Hospital João Lima para Hospital Regional do Norte Pioneiro através da Central de Leitos, conforme protocolo da Secretaria Estadual do Estado.

A nota também afirma que em Santo Antônio da Platina, o paciente foi diagnosticado com outra patologia e foi transferido para o hospital evangélico, mesmo com pedido da Secretaria Municipal de Saúde de Cornélio Procópio e da 18ª Regional de Saúde para que ele fosse mantido em Santo Antônio da Platina, pelo menos, até que saísse o resultado do exame para Covid-19.

A Secretaria de Saúde informou que por não apresentar sintomas, os membros da família que tiveram contato com o paciente devem passar pelo procedimento e aguardar as orientações médicas, sendo prioridade no momento realizar os exames nas pessoas que apresentam os sintomas da doença.

 

DADOS ATUALIZADOS 

30/05/2020

Em contato com nossa equipe, Ana Lúcia, filha do idoso que permanece internado no H.U de Londrina, nos informou que ela e outros membros de sua família fizeram o exame para COVID-19 e o resultado deu NEGATIVO. Seu pai, poderia inclusive passar por novo exame, pois ele não apresentou febre, embora seus outros problemas de saúde. 

 

Assista a live completa com a entrevista da Rádio Graúna:

CN INSTITUCIONAL


Fonte: *Redação Cornélio Notícias
Novidades Faccrei