Notícias

Jovem que teria cometido assassinato se apresenta na Delegacia de Cornélio Procópio


O acusado alegou que foi seguido pela vítima que queria brigar

Foto: Ilustrativa
Como ele não foi preso no período do flagrante, foi liberado após depoimento

De acordo com Luciano Purcino, delegado adjunto da 11ª Subdivisão da Polícia Civil de Cornélio Procópio, se apresentou na tarde de segunda-feira (17) Kenedi Vinicius Pereira Leite, de 18 anos, que acompanhado de seu advogado, assumiu ter disparado uma arma de fogo contra Álvaro Vinícius Copola, de 36 anos, na madrugada de sábado (15).

Segundo o delegado adjunto, o rapaz afirmou que após uma briga com a vítima em frente a uma distribuidora na área central da cidade, ele seguia para casa com amigos quando for abordado pela vítima, que teria o seguido de moto.

Ao ver que estava sendo seguido, ele teria pegado uma arma que escondeu em um matagal próximo ao local e ao iniciar uma nova briga, disse ter mostrado arma para vítima, mas este não foi para cima dele, informou o delegado Purcino baseado no depoimento de Kenedi.

O acusado disse ter efetuado vários disparos, chegando a descarregar a arma, sendo que pelo menos dois alvejaram Álvaro e depois fugiu, jogando a arma fora.

Álvaro não resistiu aos ferimentos e veio a óbito pouco depois de ser levado a Santa Casa.

Conforme relato do delegado adjunto, a versão apresentada pelo acusado não o exime da responsabilidade e deverá responder por homicídio qualificado, ainda mais que estava em companhia de outras pessoas e a vítima sozinha, desarmada.

O delegado evitou falar mais sobre as investigações que seguem e demais providências, mas garantiu que todos os fatos serão apurados e tanto a sociedade, como a família da vítima, podem ficar tranquilos, pois o crime não ficará impune.

Como o acusado não foi preso em flagrante, ele foi liberado ao contrário dos menores que estavam com ele no momento do crime, que foram encontrados logo após o homicídio e permanecem apreendidos, finalizou o delegado Luciano Purcino.


Fonte: *Redação Cornélio Notícias




Comente utilizando seu facebook