Notícias

Camarote desaba em show sertanejo e fere 27 pessoas no interior de SP

Parte da estrutura caiu e pessoas que estavam embaixo foram atingidas

Foto: Luciana Félix
Acidente foi na 24ª edição da Festa de Peão de Boiadeiro em Arandu

Parte do camarote de um show sertanejo em Arandu (SP) desabou ferindo 27 pessoas na madrugada de domingo (19). A dupla Fiduma & Jeca se apresentava no palco da 24ª edição da Festa de Peão de Boiadeiro de Arandu (Expomaar) quando parte da estrutura metálica cedeu. Pessoas que estavam sobre a estrutura e embaixo dela foram atingidas, afirma o Corpo de Bombeiros. O show da dupla foi encerrado depois do acidente.

Ainda segundo os bombeiros, o acidente aconteceu por volta das 1h40. Depois de 15 minutos equipes chegaram ao local e socorreram as vítimas. De acordo com a corporação, 13 pessoas foram levadas ao hospital de Arandu e 14 foram socorridas à Santa Casa de Avaré (SP), cidade vizinha.

Entre as 27 pessoas três tiveran fraturas nas pernas e uma fratura mulher fraturou as costelas. Todos estão fora de perigo. Apenas a mulher que sofreu fratura nas costelas continua internada na manhã deste domingo em Avaré. O restante já recebeu alta, segundo os hospitais. As identidades das vítimas não foram informadas.

A jornalista Luciana Santini estava no térreo do camarote quando o acidente aconteceu. Segundo ela, o show tinha acabado de começar e estava na segunda música, quando ouviu gritos de desespero das pessoas ao lado. “Foi desesperador, eu que estava embaixo, meu Deus, que desespero. Foi uma correria, eu estava com a minha filha e minha amiga. Saí procurando elas, minha amiga segurou no meu braço, minha filha saiu correndo, o povo saiu na mesma hora, gente pulando de arquibancada... foi muito feio”, descreve.

Segundo o Corpo de Bombeiros, o local da festa tinha alvará para funcionar e o camarote possuía laudo técnico de engenheiros. A causa do acidente será investigada pela Polícia Civil.

A festa era organizada pela Prefeitura de Arandu. O secretário municipal de Esportes e Lazer, Carlos Roberto Bagaceira, afirmou à TV TEM que o camarote tinha alvará para receber 1,2 mil pessoas, mas que na hora do acidente estava com aproximadamente 900 pessoas. O G1 tentou contato com a assessoria da dupla, mas ninguém foi encontrado nos telefones disponíveis no site oficial dos músicos.


Fonte: *Redação Cornélio Notícias, com reportagem do G1/SP



Comente utilizando seu facebook