Notícias

Operação Transbrasiliana prende grupo suspeito de roubo a posto de combustível e a bancos na região norte do Paraná


Um dos presos é suspeito de comandar quadrilha por telefone

Foto: Divulgação/PM e MP
Durante cumprimento de mandados, polícia apreendeu drogas e armas

O Ministério Público (MP) e a Polícia Militar (PM) deflagraram, na manhã de quarta-feira (6), a Operação Transbrasiliana em Ibaiti, no norte pioneiro do Paraná; 11 pessoas foram presas.

A princípio, a operação apurava um roubo a um posto de combustível em Ibaiti e dois assaltos a bancos em Astorga e Faxinal, no norte do Paraná.

Entretanto, durante as investigações, que duraram oito meses, foi descoberta também a prática de outros crimes, como associação criminosa e tráfico de drogas.

Nesta quarta-feira, os policiais cumpriram 11 mandados de busca e apreensão e mais 11 de prisão preventiva. Além de Ibaiti, houve cumprimento de ordens judiciais em Faxinal e em Londrina, na região norte do estado. Cerca de 50 policiais participaram da ação.

Conforme a promotora Dúnia Serpa Rampazzo, um preso de uma penitenciária de Londrina era o chefe da organização criminosa. "Ele era o chefe e, de dentro da penitenciária, coordenava tudo", explica.

Ainda conforme Dúnia, o detento comandava uma rede estruturalmente organizada e com clara divisão de tarefas. Havia, inclusive, conforme a promotora, a participação de menores de idade no esquema.

Durante o cumprimento dos mandados, os policiais ainda apreenderam quase meia tonelada de drogas e armas.

O nome da operação está vinculado ao local onde fica o posto de combustível que foi alvo da quadrilha, na Rodovia Transbrasiliana, bem como a rota usada pelos suspeitos para praticar os crimes nas diferentes cidades.


Fonte: *Redação Cornélio Notícias, com informações do G1/PR




Comente utilizando seu facebook